terça-feira, 24 de junho de 2014

FUTEBOL DE BICHOS - Pedro Bandeira

FUTEBOL DE BICHOS
Pedro Bandeira

Jogo de futebol entre bichos?

E por que não?

Pois era o que ia acontecer na floresta!

Estava tudo mais ou menos organizado para o início do jogo, quando veio de lá a ________________, bem devagarzinho, reclamando:

- Eu também tenho o direito de entrar nesse jogo. Sou um bicho como outro qualquer. Se o futebol é de bichos, é para mim também!

Tanto a tartaruga reclamou que acabaram tendo de colocá-la em um dos times. E que times! Um dos goleiros era o ___________________ e não sobrava quase nenhum espaço para marcar o gol. O outro goleiro era o _____________________... E faltava coragem para chutar contra ele.

Além disso, toda hora o jogo parava, pois, sempre que o _________ agarrava uma bola, tinham de arranjar outra, porque o couro ficava em tiras.

Tinha até acontecido um treino em que ele comeu uma bola inteirinha!

E o jeito tinha sido arranjar outra bola...

De um lado, o zagueiro central era a _______________ e não passava bola alta por ali.

Ela cabeceava todas!

Já o zagueiro do time do leão era o ________________. Tinham espetado uma melancia no chifre dele para que a bola não fosse furada quando ele cabeceasse, vejam só!

O ________________ era o centroavante do time do elefante e, em poucos pulos, entrava pela área adentro!

Do outro lado tinha a __________ e não havia quem conseguisse  alcançá-la na corrida!

O problema era a ponta-esquerda: no time do leão, tinha o macaco, rápido e driblador como ele só.

Mas, infelizmente, no time do elefante o ponta-esquerda era a tartaruga...

Logo que o jogo começou, a raposa chutou uma bola para a frente, dando um passe em profundidade para a tartaruga.

E ela tratou de correr...

Só que, quando já estava no final do segundo tempo e a partida estava empatada com dois gols para cada lado, marcados pela raposa e pelo canguru para o time do elefante, e pela lebre e pela zebra pelo time do leão, a tartaruga estava quase chegando...

Foi aí que a bola veio alta para a área do time do leão.

A zebra cabeceou e a bola caiu perto da tartaruga...

O rinoceronte, querendo mandar o logo o perigo para a frente, correu e chutou.

Só que ele não viu direito e foi dar um tremendo chute na pobre da tartaruga!

Coitada! Ela era igualzinha a uma bola de couro!

O juiz Armandinho Corujão apitou pênalti na hora!

- Priiiii! Pênalti! É Pênalti! Não pode chutar o adversário dentro da área!


E foi assim, com um pênalti arranjado pela tartaruga, que o time do elefante  foi campeão do grande torneio de futebol da floresta! 

ATIVIDADES
1) A partir da leitura do texto, e das características descritas, descubra quais são os animais que completam as lacunas do texto.

2) Por que, segundo o texto, o jogo parava toda hora?

3) Qual era a utilidade da melancia para o rinoceronte?

4) Qual era a habilidade da lebre?

5) Conforme a descrição da tartaruga, podemos dizer que ela era ____________ e ________________.

6) Qual o argumento usado pela tartaruga, para participar do jogo?

7) Explique a expressão "E que times!"

8) Em que time a tartaruga jogou? Em que posição?

9) Quem fez os gols da partida, antes do pênalti?

10) Quantos gols teve a partida, ao todo?

11) Quem cometeu o pênalti?

12) Qual é a regra do futebol, descrita no texto?

13) Com o que a tartaruga foi confundida?

14) O juiz era que animal?

15) Quem eram os jogadores do time do leão? E do time do elefante?

16) A fábula é uma narrativa cujos personagens são animais. Em relação aos elementos da narrativa, responda:
a) Que tipo de narrador tem a fábula lida? Justifique:
b) Qual é o enredo desta fábula?
c) Em que lugar ocorrem as ações narradas?

17) Onomatopeia é um recurso de linguagem usado para descrever o som e algo. No texto, há uma onomatopeia. Transcreva-a e indique o som de que ela está representando.


Nenhum comentário: