quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

MOÇA NA JANELA - Salvador Dali



01) No que a mulher poderia estar pensando ao olhar pela janela?
02) Descreva tudo o que ela provavelmente está vendo pela janela:
03) Caracterize a personagem, criando para ela alguns dados, como nome, idade, profissão, sonhos, medos...
04) Que sensações essa obra transmitem a você? Enumere-os:
05) Crie pelo menos mais três possíveis títulos para essa obra:
06) Utilize pelo menos cinco adjetivos para caracterizar a mulher:
07) Crie um balão contendo um possível pensamento para a moça na janela:
08) Produza um texto descritivo sobre a moça, de acordo com a sua visão:
09) Pela postura da personagem na janela, quanto tempo ela ficou lá?
10) Salvador Dali coloca a moça em frente de uma janela aberta. Analise o quadro abaixo, onde a janela se encontra fechada, explorando as diferenças acarretadas:

11) Faça um texto dissertativo usando o vocábulo JANELA com sentido conotativo:
12) No quadro de Dali, a moça aparece de costas e neste abaixo, de Francisco Rebolo, ela aparece de frente. O que sugere essa mudança de posição?


13) De que forma o texto de Salvador Dali dialoga com os gêneros a seguir? Há intertextualidade neles? De que forma?
Texto 01:


Texto 02:
Esperando na janela
Ainda me lembro do seu caminhar
Seu jeito de olhar, eu me lembro bem
Fico querendo sentir o seu cheiro
É daquele jeito que ela tem
O tempo todo eu fico feito tonto
Sempre procurando, mas ela não vem
E esse aperto no fundo do peito
Desses que o sujeito não pode aguentar, ah
E esse aperto aumenta meu desejo
Eu não vejo a hora de poder lhe falar
Por isso eu vou na casa dela, ai, ai
Falar do meu amor pra ela, vai
Tá me esperando na janela, ai, ai
Não sei se vou me segurar
Ainda me lembro do seu caminhar
Seu jeito de olhar, eu me lembro bem
Fico querendo sentir o seu cheiro
É daquele jeito que ela tem
O tempo todo eu fico feito tonto
Sempre procurando, mas ela não vem
E esse aperto no fundo do peito
Desses que o sujeito não pode aguentar, ah
E esse aperto aumenta meu desejo
Eu não vejo a hora de poder lhe falar
Por isso eu vou na casa dela, ai, ai
Falar do meu amor pra ela, vai
Tá me esperando na janela, ai, ai
Não sei se vou me segurar
(Gilberto Gil)
14) Que tal criar uma página de diário?!? "A janela é uma abertura que permite a entrada de luz e ventilação em algum ambiente. E por que não a entrada de novos ares?
Nesta imagem, a janela pode representar um novo ângulo de visão, que representa a sensibilidade do ser humano às influências externas. Uma viagem permitida. Esta viagem parte do consciente para o inconsciente". Coloque-se no lugar da moça na janela e produza um texto, refletindo sobre a sua vida. Fale de coisas que você fez e que hoje você acha que não deveria ter feito. Fale de coisas que deveria ter feito e que não fez. O que ganhou e o que perdeu com isto? Enfim, pense e escreva, fazendo uma reflexão de sua vida. Olhe pela janela de seu subconsciente e deixe vir à tona. Por ser uma página de diário, você não precisa mostrar a ninguém se não quiser.
15) Além de contemplar o panorama, que outros motivos levariam uma pessoa a ficar numa janela?
16) As cores do quadro são alegres ou tristes? Elas realçam algum sentimento retratado na obra? Comente:
17) Na sua opinião, por que o pintor não explorou mais o ambiente interno da obra?
18) Observe a obra e crie um pequeno texto incluindo as palavras ESPIRRO, ANEL e ABACAXI, palavras que, aparentemente, não têm nenhuma relação entre si nem com a obra, mas que você, criativo(a) como é, incluirá da melhor forma!
19) Em que estado ou cidade está a personagem? Mencione cinco possíveis lugares, justificando:
20) Você conhece outras obras de Salvador Dali? Compare o estilo dessa obra com outras surrealistas e faça um comentário a respeito:

(Autores: Andreia Dequinha, Cris Happy, Maria Regina, Lourdes Galhardo, Helaine Soares, Nalva Kássia, Zizi Cassemiro)

Um comentário:

Eliane disse...

Belíssima atividade! Parabéns!