segunda-feira, 4 de outubro de 2010

TRABALHANDO COM VERBOS - ATIVIDADES PARA O ENSINO MÉDIO (PARTE 2)

1) INDIQUE O MODO, O NÚMERO E A PESSOA DE CADA UMA DAS FORMAS VERBAIS DESTACADAS NAS FRASES ABAIXO:

a) Não ajudaríamos alguém como ele.
b) Ninguém contara nada a ela.
c) Se você ao menos tentasse...
d) Talvez consigas o que nós não conseguimos.
e) Quando eu o encontrar, transmitirei seu recado.
f) Dizia constantemente que ninguém ali se importava com ele.
g) Requerestes a observação de vossos direitos?
h) Digo o  que penso.

2) ENCONTRE OS VERBOS PRESENTES NESTE TRECHO E INDIQUE, PARA CADA UM DELES, O MODO, A PESSOA E A CONJUGAÇÃO:

A praia estava deserta. Não havia ninguém ao longo da enseada e nem nas matas que a cercavam. A areia, porém, se encontrava repleta de pegadas, num claro sinal de que a terra era habitada. Tal evidência não impediu que os marujos recém desembarcados gravassem seus nomes e o de seus navios nas árvores e nas rochas costeiras e, a seguir, imprimissem o dia, o mês e o ano de seu desembarque, tomando conta daquele território em nome da Coroa de Castela. (8 verbos)
3) Leia esta historinha:
Lema da Tropa
Na guerra, o general estimula seus soldados antes da grande batalha:
- Não esqueçam, ao avistar o inimigo, pensem logo no lema de nossa tropa: Ou mato ou morro!
- Dito e feito. Quando encontraram os inimigos, metade do batalhão correu para o mato, e o restante para o morro.
Rodolfo  Ilari
a) Baseando-se no conceito de classe gramatical, comente o efeito de humor que se cria nessa piadinha.
4) Leia este texto:
Epitáfio
Max Nunes
Num cemitério, sobre a laje:
Foste um mau pai
Foste um mau marido
Foste um mau filho
Foste um mau amigo
Foste um mau irmão
Foste um mau cristão
Enfim: foste!
a) Qual é a pessoa empregada para conjugar os verbos presentes no texto?
b) Indique a que conjugações pertencem estes verbos.
c) Em que tempo e modo estão conjugados?

5) A leitura atenta do poema de Mário Quintana transcrito a seguir permite que se identifiquem, de maneira clara, referências a dois momentos diferentes: o presente e o passado.
PESQUISA
Mário Quintana
Na gostosa penumbra da Biblioteca Municipal
leio velhos jornais
dos anúncios prescritos
das novidades caducas
dos poetas mortos há tanto tempo que parecem de novo estreantes
das ferocíssimas batalhas políticas do ano de 1910
- brotam como balões meus sábados azuis.
As horas bebidas aos goles
(num copo azul)
e as ruas de poeira e sol onde bailam sozinhos
os meus sapatos de colegial.
a) Transcreva palavras e expressões do poema que remetem a esses dois momentos.
b) Indique a quem se referem os verbos abaixo:
- parecem (verso 6)
- brotam (verso 8)
- bailam (verso 11)

Nenhum comentário: